Coleta de Liquido Cefalorraquidano (LCR)


Você esta em - Home / Exames / Coleta de Liquido Cefalorraquidano (LCR)

 

O líquido cefalorraquidiano, também conhecido como líquor ou LCR, tem importância em vários seguimentos da neurologia e auxilia no diagnóstico de diversas doenças. Por meio dele, é possível diagnosticar infecções do sistema nervoso central, aumentos da pressão intracraniana que podem cursar com dor de cabeça, além de constatar a eventual presença de células cancerígenas em seu conteúdo. O LCR também pode auxiliar no diagnóstico de outras afecções neurológicas como demências (por exemplo, a Doença de Alzheimer) e doenças desmielinizantes (como esclerose múltipla), entre outras. Dependendo do caso, pode ser necessário realizar uma punção de alívio, na qual é retirado um volume de LCR maior do que o habitual. Esse tipo de punção deve ser indicada pelo médico assistente ou mesmo pelo médico que realiza a coleta de líquor.

 

Técnica do exame:

  • Geralmente a coleta é realizada com o paciente deitado e em posição fetal. Em alguns casos pode ser optada pela coleta com o paciente sentado.
  • A coleta é feita na região da coluna lombar e é feita por um médico com treinamento nesse tipo de procedimento. Quando existe contra indicação para a coleta na região lombar, pode ser indicada a coleta na região suboccipital (pescoço).

 

Preparo para o exame:

  • Não é necessário estar em jejum
  • Estar acompanhado de uma pessoa adulta
  • Se possuir, levar exames recentes de tomografia ou ressonância de crânio
  • Tomar todos os medicamentos de uso habitual
  • Pacientes que usam medicamentos anticoagulantes devem conversar com o médico solicitante do exame antes de comparecerem para a coleta de líquor. Em geral, não é possível realizar o exame em pacientes que estão anticoagulados. Atenção: AAS e clopidogrel não são considerados anticoagulantes e não é necessária a suspensão desses medicamentos para a coleta de LCR.
  • Chegar à clínica com pelo menos 30 minutos de antecedência

 

Médica responsável: Dra. Sandra Barile Alessandri